Por Que o Amor é Tão Intenso?

Todo mundo já amou e se sentiu amado não é verdade? Essa intensidade é o que mais mexe com a cabeça. Por que o amor é tão intenso?

Vamos ouvir essa música para ler? Aperte o play!

O amor é intenso e habita os corações mais frios.

Mesmo aos que juram que nunca “encontraram o amor da vida”  ele existe. O problema é que nem todos admitem quando estão amando e que sente um amor intenso. O amor não seleciona as pessoas ele está dentro do coração. A capacidade de despertá-lo é um benefício que todos possuem, mas nem sempre exploram. Ou por não tê-la descoberto, ou, simplesmente por medo do que o amor pode trazer para a vida.

Sabe aquela sensação de:

  •  “borboletas no estômago”,
  • “frio na barriga”,
  • “sorriso bobo”,
  • “falar bobagem”,
  • “sentir-se um(a) babaca”

quando está perto de quem se ama…?

Todas elas são sintomas de um amor intenso. Se você ainda não sentiu, espere que, como a morte, “sua hora vai chegar” (desculpe a alusão). Mesmo o mais frio dos seres humanos, tem a capacidade incomensurável de amar, ela está escondida atrás de toda a armadura que está envolta em seu coração.

Permita-se AMAR! Poderá descobrir coisas maravilhosas.

Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo

Albert Einstein

A Intensidade do Amor está no coração da gente!

A importância que damos à pessoa que habita o coração, invade os pensamentos, rouba-nos noites de sono, é o termômetro que mede a intensidade do amor.  Parece que quanto mais difícil é para atingir, demonstrar, conquistar, maior o amor vai ficando.  Muitas vezes, a  vontade de ser correspondido (a) vai fortalecendo ou, enfraquecendo a intensidade. Se você ama e felizmente é correspondido sabe que a pessoa está ao seu lado, pode nem notar o quão intenso é esse amor, pois a força que você faz para demonstrar é bem menos impactante do que quando alguém quer a todo custo conquistar alguém.

O amor é intenso muito intenso, mas na maioria das vezes a intensidade está mais dentro de nós, na vontade de estar ao lado de quem amamos do que no sentimento em si. Que amar é muito bom, ninguém discorda, amar intensamente é melhor ainda, agora, amar e ser amado(o) é a melhor coisa que pode existir.

Concluo que, a intensidade do amor é medida pelo desejo de estar com alguém do que apenas no sentimento e que vale a pena entregar-se a esse intenso amor, desde que esse não fira o mais importante: o amor próprio.

Sejamos todos amados intensamente, correspondidos e felizes.

Obrigada pela leitura!

Por: Érica Calefi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s