Resenha do livro: Dançando sobre cacos de vidro.

dançandoEste  é o primeiro livro da autora Ka Kancock. Uma enfermeira que teceu este lindo livro.

A história trata de vários temas importantes: Transtorno bipolar, casamento, câncer, morte e família. É muito interessante a maneira que ela usou para demonstrar o jogo de cintura que o casal Mickey e Lucy lidava para levar a diante um relacionamento que tinha tudo para ruir.

Em Dançando Sobre Caco de Vidros, a protagonista é apresentada à morte (teórica e literalmente) aos cinco anos. Seu primeiro contato com ela foi através de sua professora do primário que mencionou esta palavra “tenebrosa”:

Tudo o que tem vida um dia morre!

Ao confirmar com seu pai,  ela foi tranquilizada por ele que simplesmente disse que um dia todos morreríamos e que, quando chegasse o dia, todos saberíamos. Ela iria se apresentar de alguma forma.

Um dia após sua irmã mais velha completar 12 anos, a morte se apresentou rondando o seu pai e deixando seu coração angustiado. Ela teve uma premonição que se confirmou um dia depois. Anos mais tarde, a mesma sensação apareceu, desta vez a morte rodeava sua mãe.

Aos 21 anos, Lucy conhece Mickey e, é arrebata por toda a alegria e gentileza do rapaz que é nove anos mais velho que ela. Ele é o animador da festa de aniversário. Suas irmãs contratam a casa de festas do jovem e o show de animação. Todas se encantam por ele. Mas, neste dia não houve nada além de um encantamento.

Um ano mais tarde, Lucy o reencontra em um hospital. Absorta em pensamentos e administrando a terrível sensação de ter a irmã sofrendo a mesma enfermidade que levara a mãe para descansar no céu. Ela sem querer se encontra com Mickey na lanchonete do hospital.

Mickey era um paciente também, porém da ala psiquiátrica. Ele sofre de transtorno bipolar. Mas Lucy descobre que ele tem milhares de qualidades e depois de um tempo decide casar-se com ele.

Tempo mais tarde, ela passa a sofrer com câncer também e tem de lidar com os transtornos do marido e o sofrimento da doença. Eles decidem, ao levar em conta que ambos não teriam condições física e psicológica para criar uma criança, a não terem filhos.

Mas… A vida mostra que tem seus destinos traçados e que é ela quem manda!

Esta é uma história para se ler com um lencinho. Mostra como devemos lidar com as adversidades e que amanhã pode ser um dia melhor que hoje. Que devemos confiar em quem amamos e fazer o melhor por eles sempre!

É lindíssima a mensagem que autora deixa. Marcou-me como esposa, mãe e mulher.

dançando sobre

Se você procura uma história emocionante esta é uma.

Obrigada pela leitura!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s